• Ícone cinza LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Melhore o desempenho da sua empresa recebendo dicas exclusivas diretamente em seu e-mail.

Você foi cadastrado. Por favor, verifique a sua caixa de entrada.

  • Diego Marconatto, PhD

No pain, no gain.


garra e força, vontade de crescer, luta, empreendededorismo

Já escrevemos antes sobre a importância da intenção de crescimento para o sucesso dos pequenos e médios negócios. Como deixamos claro naquele post, esse é o óbvio esquecido: embora querer crescer seja absolutamente vital para os empreendedores que querem escalar sua empresa, apenas uma minoria possui um mindset centrado em aumentar vendas, lucros e ativos.


Mas o que dizer a respeito daqueles donos de pequenos e médios negócios que não conseguem crescer, mesmo que embora possuam a intenção de crescimento?


Paul Braidford e seus colegas se colocaram essa pergunta. Os pesquisadores britânicos olharam apenas para os empreendedores motivados ao crescimento para entender o que separa os vencedores dos perdedores.


A resposta: garra e perseverança - o que os americanos chamam de grit.

Braidford e seu time mostraram que os donos de negócios que atingem boas taxas de crescimento não abrem mão dos seus objetivos ambiciosos logo que o primeiro obstáculo aparece. Ao contrário, eles sabem que dificuldades fazem parte do caminho e que lutar contra elas é, portanto, parte do trabalho.


Por outro lado, os donos de negócios que permanecem estacionados tendem a "inventar desculpas para si mesmos", a "buscar justificativas para a sua falta de ação e combatividade".


O que a pesquisa dos britânicos nos ensina? Que empreender é lutar e que os bons resultados tendem a aparecer para aqueles que abraçam a sua luta, enfrentando com força as dificuldades que sempre aparecem no caminho.


Esteja preparado para esse caminho com nossos materiais gratuitos.

Deixe um comentário, a casa é sua.