• Ícone cinza LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube

Melhore o desempenho da sua empresa recebendo dicas exclusivas diretamente em seu e-mail.

Você foi cadastrado. Por favor, verifique a sua caixa de entrada.

  • Diego Marconatto, PhD

O erro que você comete em não ter uma visão, um propósito claro

Negócios sem sucesso não têm uma visão clara que permita concentrar as suas energias em direção ao lucro e ao crescimento. São barcos à deriva. Por isso, eles perdem o foco e o controle tão facilmente, desperdiçam recursos enormes e veem sua lucratividade cair constantemente.

propósito e visão de negócio

Negócios lucrativos têm um propósito que energiza, motiva e dá consistência ao empreendimento


Esses negócios são estruturados sobre um sentido verdadeiro, uma visão clara e sincera que tem o poder de fazer convergir as energias de todos para os seus objetivos estratégicos e o aumento da sua lucratividade.


Um propósito bem estabelecido responde à seguinte pergunta: como o nosso negócio ajuda a melhorar a vida das pessoas?


Pode não parecer óbvio, mas um propósito claro e bem comunicado é uma das maiores forças dos negócios vencedores. O sentido real infunde em todos uma força e uma capacidade de trabalho que poucos incentivos financeiros conseguem produzir.


Ações para aumentar a lucratividade do seu negócio


  1. Identifique conscientemente o propósito real, a visão do negócio, e viva essa realidade de modo consistente no dia a dia da empresa.

  2. Comunique, de modo eficiente, esse propósito a todos os colaboradores da organização.

  3. Desdobre a visão do negócio em poucos objetivos estratégicos (lucro é um deles, certamente) e persiga-os com toda a energia. Recompense todos os que colaborarem objetivamente para essa missão.


E não esqueça...


Objetivos estratégicos devem ser palpáveis e mensuráveis e precisam estar estipulados dentro de uma linha de tempo.

Exemplos:

- Aumentar o lucro líquido do negócio em 10% até o final do ano;

- Duplicar a base de clientes em até 24 meses;

- Subir o ticket médio em 15% no próximo semestre;

- Subir a média das margens de lucro bruto unitárias em 20% já no próximo mês, com queda máxima de 5% no volume de vendas.



Deixe um comentário, a casa é sua.